"Amo como ama o amor.Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.Que queres que te diga,além de que te amo,se o que quero dizer -te é que te amo."
Fernando Pessoa

quarta-feira, 27 de abril de 2011

TRADUÇÃO E HISTÓRIA DOS NOMES DOS ELEMENTOS DA TABELA PERIÓDICA

Upalavras traduzidas da quimica

palavras traduzidas da quimica preferencia pelos nomes da tabela periodica




UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS FACULDADE DE QUIMICA DISCIPLINA: PRATICA PEDAGOGICA PROFESSOR: JORGE MACHADO ALUNO: DAVID DA CONCEIÇÃO SILVA JÚNIOR

MONOGRAFIA

Belém / Pa 2010

Sumario
Introdução 1 Tradução dos Nomes da Tabela Periódica 2 - 13 Tradução de algumas Palavras da Química Geral 13-14 Conclusão 15 Referencias Bibliográficas 16

Introdução É comum nós vermos algumas palavras diferentes na química e onde essas palavras ficam mais evidentes são na maioria dos elementos da tabela periódica que recebe o nome em latim ou na língua grega, mas o que muita gente não sabe é que na química não é somente esses elementos que tem essa característica de receber nomes nessas línguas, alguns nomes que falamos normalmente e que já fazem parte do cotidiano de um químico ou de um aluno que estuda essa matéria também são oriundas principalmente dessas duas línguas e tem um significado e um sentido para ser empregada em seus respectivos assuntos, geralmente a maioria dos significados dos nomes está ligados a sua descoberta ou na forma que o elemento ou a substancia foi descoberta, e alguns nomes estão ligados ao misticismo devido ao fato da química de antigamente ser muito ligada a esse lado místico e também devido à química ter origem com grandes filósofos da Grécia e isso fez com que alguns cientistas de outras nacionalidades viessem a homenagear o trabalho desses outros cientistas buscando na língua grega uma inspiração para dar o nome a suas descobertas, e outros nomes surgiram da necessidade de se criar uma padronização devido esses elementos serem descobertos em diferentes países, e algumas palavras tem uma historia por trás e esse trabalho vai tentar explicar alguns nomes e dar algumas traduções de nomes não somente da tabela periódica como de outros nomes de assuntos da química e contaremos algumas dessas historias sobre o porquê da utilização de alguns nomes

3 Tradução dos Nomes da Tabela Periódica A maioria dos elementos da tabela periódica recebe uma padronização nos seus nomes, isso porque no século XVIII muitos elementos estavam sendo descobertos, isso porque o processo de eletrolise estava fazendo a síntese da maioria desses elementos, e em diferentes países e a nomenclatura dos elementos ficava a critério do seu descobridor devido isso ouve essa necessidade de se criar uma padronização com os nomes dos elementos da tabela periódica, e para isso precisava de uma língua que não sofresse, mas nem um tipo de alteração, isso porque algumas palavras com o passar do tempo mudam seu sentido de acordo com a sociedade e devido a essas mudanças que ela sofre ela é considerada viva, devido a esses fatores foi escolhido o latim para essa padronização. Isso é o que mencionam a maioria dos livros porem o que muitos não falam é que essa padronização recebe algumas regras então observamos melhor essa regra, a primeira parte do nome fica a critério de seu descobridor e a sua terminação dependendo de seu estado físico, por exemplo, para elementos do estado gasoso temos a terminação gênio do grego genes que significa gerador, e o grupo 18 também recebe uma nomenclatura especial o inicio do nome fica a critério do autor e a segunda parte tem a terminação ônio, e para elementos sólidos io, vamos ver a nomenclatura dos elementos da tabela periódica, colocaremos a tradução em ordem das famílias.

Hidrogênio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome hydros do grego que significa água e a segunda parte é genes também do grego gerador. Grupo 1 Lítio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do grego lithos que significa pedra e a segunda parte é de um solido io Sódio: seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim natrium que um sal muito utilizado na antiguidade e a segunda parte são io, e na sua tradução para o português fica sódio Potássio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim Kalium que significa álcali que significa hidróxido de qualquer metal alcalino, e a segunda parte de seu nome recebe a terminação io, e na sua tradução para o português fica potássio. Rubídio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim rubidus que significa vermelho profundo e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica rubídio. Césio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim caesium que significa céu azul e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica césio. Frâncio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva da palavra frança e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica frâncio. Grupo 2 Belírio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do grego Beryllos que significa berilo e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica berílio. Magnésio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva da cidade de Magnésia na Grécia e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica magnésio. Cálcio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim Calx que significa cal e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica cálcio. Estrôncio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do nome de uma cidade da Escócia a cidade de Strontian e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica estrôncio. Bário: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do grego barys que significa pesado denso e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica bário.

Rádio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim radius e significa raio e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica rádio. Grupo 3 Escândio: Esse elemento anteriormente era conhecido como eka-boro que significa após o boro, mas hoje seu nome deriva do latim scandia que significa Escandinávia e a segunda parte recebe terminação i, e na sua tradução para o português fica escândio. Ítrio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva da cidade sueca Ytterby e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica ítrio. Lantânio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do grego lanthanein que significa estar encoberto e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica lantânio. Cério: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do minério céria que em português significa cerita minério este que recebeu esse nome por causa do asteróide Ceres e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica cério. Praseodímio: seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva da junção de duas palavras do grego praseos significa verde didymos que significa gêmeo e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica praseodímio. Neodímio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva da junção de duas palavras gregas neos que significa novo e didymos que significa gêmeo e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica neodímio. Promécio: Seu nome obedece à regra e a primeira parte do nome deriva da mitologia grega de Prometheus, mitologia esta que diz que ele roubou o fogo do céu para dar aos humanos, e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica promécio. Samário: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do minério samarsquita e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica Samário. Európio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva da palavra Europa e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica európio. Gadolínio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do minério de gadolinita que tem esse nome por causa do nome de seu descobridor Gadolin e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica gadolínio.

Térbio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva de uma cidade sueca Ytterby e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica térbio. Disprósio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do grego dysprosidus que significa difícil de atingir e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica disprósio. Hólmio: Seu nome deriva do nome da substancia que deu origem a esse elemento o cloreto de hólmio Érbio: Não a registro sobre o nome desse elemento. Túlio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é Thule é devido ao antigo nome da Escandinávia e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica túlio. Ítérbio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva da cidade sueca ytterby e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica itérbio. Lutécio: Seu nome obedece à regra a primeira parte do nome deriva do latim Lutetia antigo nome de Paris e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica lutécio. Actínio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego aktinos que significa raio e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica actínio. Tório: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva de Thor que é um deus escandinavo e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica tório. Protactínio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego protos que significa pai e aktinos pai do raio e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica protactínio. Urânio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome em homenagem ao planeta Urano e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica urânio. Netúnio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do planeta Netuno e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica netúnio. Plutônio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do planeta Plutão e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica plutônio.

Amerício: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem a América e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica amerício. Cúrio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem ao casal Curie Marie Curie e Pierre Curie e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica cúrio. Berquélio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem a cidade americana onde foi sintetizada a cidade de Berkeley e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica berquélio. Califórnio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem ao estado americano da Califórnia e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica califórnio. Einstênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é uma homenagem ao físico Albert Einstein e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica einstênio. Férmio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem ao físico Enrico Fermi e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica férmio. Mendelévio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem a Dmitri I. Mendeleev e a segunda parte recebem terminação io, e na sua tradução para o português fica mendelévio. Nobélio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em uma homenagem ao cientista Alfred Nobel e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica nobélio. Laurêncio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem a Ernest O. Lawrence e a segunda parte recebem terminação io, e na sua tradução para o português fica laurêncio. Grupo 4 Titânio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva da mitologia grega titani que é o primeiro filho mitológico da terra e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica titânio Zircônio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do árabe zargun que significa cor dourada e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica zircônio.

Háfnio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é originada da palavra latina Copenhagen que significa háfnia e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica háfnio. Rutherfódio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem a Ernest Rutherford e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica rutherfódio. Grupo 5 Vanádio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada de Vanadis que é a deusa escandinava da beleza e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica vanádio. Nióbio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva de Niobe que é filha de Tantalus, da mitologia grega (ver elemento tântalo) e a segunda parte recebe terminação io, e na sua tradução para o português fica nióbio. Tântalo: A primeira parte do nome deriva da mitologia grega de Tântalo, filho de Zeus e uma ninfa, que foi castigado por revelar os segredos dos deuses aos homens. Um de seus castigos foi que seu queixo se afastava quando se aproximava da água para bebê-la o nome foi sugerido por fazer referencia à enorme dificuldade que se encontrou na dissolução do mineral em ácidos. Dúbnio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada da cidade de Dubna da antiga União Soviética a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica dúbnio. Grupo 6 Cromo: seu nome deriva do grego Chroma que significa cor. Molibdênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do grego molybdos, que significa chumbo, isso devido a uma confusão dos tempos antigos, em que qualquer mineral preto macio poderia ser usado para escrever, e os nomes plumbago e chumbo preto, eram dados para grafite e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica molibdênio. Tungstênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do sueco tung sten que significa pedra pesada, e o símbolo w vêm da palavra alemã wolfram, e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica tungstênio. Seabórdio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é em homenagem ao cientista G. T. Seaborg e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica seabórdio. Grupo 7

Manganês: seu nome deriva do latim magnes que significa magneto em referencias às propriedades magnéticas que seu minério. Tecnécio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do grego technetos que significa artificial e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica tecnécio. Rênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome derivada do latim rhenus que é o nome de um dos principais rios da Europa e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica rênio. Bóhrio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é uma homenagem ao físico dinamarquês Niels Bohr e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica bóhrio. Grupo 8 Ferro: Seu nome deriva do latim ferrum que significa ferro. Rutênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva de Ruthenia que é Rússia em latim e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica rutênio. Ósmio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do grego osme que significa odor devido ele ter sido obtido como um elemento solido com um odor e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica ósmio. Hássio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do estado alemão de Hasse e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica hássio. Grupo 9 Cobalto: seu nome deriva do alemão Kobald que significa espírito maligno. Ródio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do grego rhodon que significa rosa devido à cor das soluções aquosas que seus sais originam e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica ródio. Irídio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada palavra latina íris que significa arco-íris, por causa da grande variedade de cores dos compostos de irídio, e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica irídio. Meitnério: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é uma homenagem à cientista Lise Meitner e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica meitnério. Grupo 10

Níquel: seu nome deriva do alemão nickel, que significa diabo. Essa denominação foi dada a partir da confusão que mineiros faziam na extração do Cu 2O, pois o NiAs era visualmente parecido com o minério de cobre, sendo assim os mineiros atribuíam esse fato como obra de satanás. Paládio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivado do asteróide Pallas que por sua vez tem seu nome derivado da Deusa grega Pallas que era a Deusa da sabedoria e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica paládio. Platina: Seu nome deriva do da língua espanhola platina que significa prata de pouco valor. Darmstadtio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é devido à cidade de Darmstadt e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica darmstadtio. Grupo 11 Cobre: o seu nome deriva do latim cuprum que significa bronze. Prata: O seu nome é derivado do latim argentum que é derivada da grega Argos que significa brilhante. Ouro: o seu nome deriva do latim aurum que significa ouro. Grupo 12 Zinco: O seu nome é derivado do alemão Zinke, espiga ou dente isso devido à aparência com a qual o metal se apresenta na natureza. Cádmio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do latim cadmia que é antigo nome do carbonato de zinco e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica cádmio. Mercúrio: Seu nome deriva do latim, hydrargyrum que significa prata liquida ou água de prata, como era chamado por Dioscórides. Grupo 13 Boro: Seu nome foi proposto por H. Davy, para indicar a sua fonte de obtenção e semelhança com o carbono, bor (ax+carbon)o. Alumínio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do latim alumen esse nome faz uma relação ao sal dupla sulfato de alumínio e potássio e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica alumínio.

Gálio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva da palavra Gallia que significa França, que antes era chamado de eka-aluminio (após o alumínio), e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica gálio. Indio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome faz uma referencia à cor da linha de seu espectro, que é azul índico, anil e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica índio. Tálio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego Thallos que significa galho ou ramo, devida a cor verde da sua linha espectral e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica tálio. Grupo 14 Carbono: seu nome deriva do latim carbon que significa carvão. Silício: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do latim sílex, gen, silicis, quartzo que é um cristal e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica silício. Germânico: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é derivada do latim Germânia que significa Alemanha e a segunda parte recebe a terminação io, e sua tradução para o português fica germânio. Estanho: Seu nome deriva do latim stagnum que significa durável. Chumbo: Seu nome deriva do latim plubum que significa prata liquida. Grupo 15 Nitrogênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego nitron que significa nitrato e genes que significa gerador, ou seja, gerador de nitrato e a segunda parte recebem a terminação gênio, e sua tradução para o português fica nitrogênio. Fósforo: seu nome deriva do grego phosphoros que significa luz claridade. Arsênio; Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego arsenikon que significa pigmento dourado e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica arsênio. Antimônio Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome que deriva do grego anti + monos que significa nunca sozinho, e o símbolo Sb é originado da palavra latina estibina, e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica antimônio. Bismuto: Seu nome é derivado do alemão Wismut que significa metal branco. Grupo 16

Oxigênio: Seu nome deriva do grego oxi+genes que significa gerador de ácido. Enxofre: Seu nome deriva do latim sulphurium que significa enxofre ainda hoje o enxofre era muito ligado ao diabo isso porque o enxofre também é encontrado em terrenos de origem vulcânica daí ficou associado ao inferno conseqüentemente ao diabo Selênio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome deriva do grego selene que significa lua e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica selênio. Telúrio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome vem do latim tellus que significa terra e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica telúrio. Polônio: Seu nome obedece à regra, a primeira parte do nome é uma homenagem ao pais polônia e a segunda parte recebem a terminação io, e sua tradução para o português fica polônio. Grupo 17 Flúor: Seu nome deriva do latim fluere que significa escorrer. Cloro: Seu nome deriva do grego chloros que significa amarelo esverdeado. Bromo: seu nome é derivado do grego bromos que significa fedor, mau cheiro, isso devido ao cheiro do Br2. Iodo: seu nome deriva do grego iodes que significa violeta devido à coloração de seu vapor. Ástato: Seu nome deriva do grego ástatos que significa instável. Grupo 18 Hélio; Seu nome vem do grego hélios que significa Deus Sol. Neônio: Seu nome é derivado do grego neos que significa novo. Argônio: Seu nome deriva do grego argon que significa inativo. Criptônio: Seu nome deriva do grego Kryptos que significa escondido. Xenônio: seu nome é derivado do grego xênon que significa estranho. Radônio: Esse gás era chamado de emanação de radio e também de Radônio, torônio ou actinônio dependendo qual serie radioativa ele originava, mas depois ele foi isolado e ficou conhecido somente como radônio proveniente do rádio. Tradução de Algumas Palavras da Química Geral

Temos algumas palavras na química que de tanto falarmos nem nos damos conta de o porquê dela ser empregada e nos prendemos apenas em que elas representam e em seu significado, vejamos algumas: Oxidação: seu significado começou com um experimento de Proust que verificou que o aumento de um átomo de oxigênio em uma molécula que contenha oxigênio o nóx do elemento que esta ligado ao oxigênio vai aumentar isso ele chamou de oxidação mais tarde ele percebeu que não era só com o oxigênio que isso acontecia, mas sim em toda a vez que acrescentava em uma substancia um elemento que tenha a tendência de receber elétrons ou troque esse elemento por um outro que receba maior numero de elétrons, mas daí ele batizou esse fenômeno como oxidação mesmo depois de sua descoberta. E a redução segue o mesmo pensamento só que ao invés de acrescentar o oxigênio ele tirou o oxigênio e chegou à redução no numero de oxigênio, e que também não sofreu alteração mesmo depois de suas descobertas. Eletrodos: palavra que também vem do grego que significa percurso elétrico, ou seja, o percurso que o elétron faz Gás: que vem do grego caos que significa desordem isso porque as moléculas de gás não se comportam de maneira ordenada como um elemento solido por exemplo. Estequiometria: vem do grego Stoicheia que significa elemento e metreim que significa medida, ou seja, estequiometria é a medida dos elementos. Íon: é oriunda do grego que significa viajante, isso porque um íon é alguém que fica viajando em busca estabilidade, por isso essa denominação é utilizada para um elemento que não esta estabilizado. Cis: aquém de Trans: além de

Conclusão Com base em todas essas traduções de palavras percebemos que as maiorias das pessoas aprendem as ciências de uma forma errada, pois se preocupam com o que a frase quer dizer e não o porquê dessa palavra ser empregada nesse contexto, como esta escrito na introdução de um livro assim como na natureza tudo na química esta interligado vai de nós percebermos essa ligação e nos beneficiarmos dela , isso demonstra que um nome que não conhecemos ou se conhecemos e não nos importamos uma palavra não esta empregada a um assunto simplesmente por esta, mas sim porque ela tem um significado e uma historia de porque esta ali, e talvez se entendêssemos essa historia e essa tradução muita coisa que parece surreal para nós poderiam ser esclarecido.

Referencia Bibliográfica BROWN, T., LEMAY, H.E., BURSTEN, B.E., BURDGE, J. R., In: . Química: A ciência central, 9ª Ed, Pearson PrenticeHall, 2005. Bianchi J. C. A. , Albrecht C. H. , Daltamir J. M., In: Universo da Química Volume único ATKINS, P.W.; JONES, L In Principios de química. São Paulo: Artmed Editora Ltda., 1999. Pagina da internet www.dicionarioinformal.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário


GIRLSPT.COM - Cursores Animados

BIOLOGIA